quinta-feira, 28 de maio de 2009

Por que Slashdot.org?


Para quem gosta de tecnologia, quer saber o que acontece nesse universo, principalmente nos Estados Unidos, e não tem problema nenhum de se assumir como nerd, o Slashdot é o lugar. Além de ser reconhecido pelos geeks, programadores e afins, quem quiser pode participar e mandar a sua notícia. Agora, uma curiosidade sobre esse pioneiro do jornalismo participativo. Você sabe por que o nome do site é Slashdot? 

Tudo nasceu das mentes de Rob Malda e seus amigos, fundadores do portal. O site é norte-americano, não tem pretensões de atravessar fronteiras, mas não perdeu a oportunidade de brincar com seus seguidores, colaboradores e quem mais tentasse soletrar o nome do serviço. Em inglês, se fossemos soletrar o nome completo do site, teríamos: h-t-t-p-colon-slash-slash-slash-dot-dot-org. Ou seja, h-t-t-p-dois pontos-barra-barra-barra-ponto-ponto-org. Ou ainda, http:///..org . Lógico que, se colocarmos esse endereço na barra, vai aparecer que ele não é válido. 

E nem por isso o Slashdot teve problemas em se difundir. Até 2004, como mostra Luciene Breier no texto Slashdot e os filtros do Open Source Journalism, eram 2 milhões de leitores diários e mais de 50 mil membros. Agora, para não restar duvidas, o endereço real do portal é http://slashdot.org

E eles também inventam moda!

O sucesso do Slashdot em seu nicho de tecnologia, ficção científica, linguagem de programação, softwears livres, direitos autorias é tanto que já existe até o Efeito Slashdot. O número de integrantes que participam dessa comunidade é tamanho, seja com comentários, matérias, ou moderação, que links postados na home acabam derrubando os servidores das páginas-destino por causa do número gigante de acessos. Quando a página cai, temos o tal Efeito Slashdot. E aposto e muitos já foram vítimas desse efeito... 

E você, é um nerd?

O Slash se define como "News for nerds. Stuff that matters". Isso significa, o site tem notícias para nerds e coisas que interessam a esses nerds. Com isso, não adianta procurar por lá assuntos de política ou tendências da última moda. A não ser que a sua moda seja seguir a série Star Trek e você quer comentar o filme que chegou há pouco tempo nos cinemas. 

No último domingo, o Fantástico, da Rede Globo, fez uma matéria mostrando quem são os nerds do momento e que não é nenhuma vergonha se assumir como tal. Assim como os usuários e colaboradores do Slashdot, esses caras são nerds sim, sem nenhum problema. Veja o vídeo abaixo! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário